Johnny Campos


Entrevista com Johnny Campos - Old School Gamer

Johnny é um amante dos jogos antigos e que a além dos games, tem como hobby a musica e a guitarra.
Sempre que pode, escreve para o Old School Gamer!

1- Qual é o comparativo que você faz entre os jogos antigos e os atuais?

Os jogos antigos preocupavam mais com a diversão, com o que a pessoa vai sentir quando estiver do outro lado segurando o Joystick. Era mais ou menos assim: "Poxa. Os gráficos não são tão bons, mas será que ele vai se divertir jogando isso?" A temática dos jogos antigos era bem diferente do tempo atual. Hoje em dia eles passam mais tempo elaborando gráficos e bolando enredos do que programando os jogos.


2- Quais consoles coleciona hoje? Quais pretende ter?

Atualmente tenho somente um Super Nintendo e um GameBoy Classic. Pretendo ter um GameBoy Color.


3- Além dos games, o que faz da vida? Hobbies, estudo, trabalho?

Eu estudo, toco guitarra, ajudo meu irmão às vezes na lan house dele, mas trabalho, trabalho mesmo não.


" Cuide bem da coleção de vocês. Mesmo que seja pequena, ela tem lá o seu valor. "

4- Se pudesse escolher, em que ano nasceria? E por que?

1980. Porque conseguiria acompanhar a era de ouro dos vídeo games pessoalmente. Vendo o NES gerar sucesso, o GameBoy surgindo com vários garotos fazendo batalhas no cabo link ou jogando Tennis com um amigo mesmo.


5- Sega ou Nintendo? Super Nintendo ou Mega Drive?

Sou mais a Nintendo com seu Super Nintendo. Nada contra a Sega, levando em conta que Golden Axe marcou muito minha infância (a música da primeira fase não sai da minha cabeça).


6- Qual é seu jogo favorito? E qual console mais gosta?

Jogo favorito...é difícil escolher só um. Existem vários que eu gosto, mas The Legend of Zelda ? Link's Awakening DX é o que eu mais gosto de jogar e tenho vontade de zerar. Console preferido é o GameBoy mesmo (em todas as suas versões, mas a que eu mais gostei foi o Color).


7- Algum sonho ou desejo quase impossível?

É mais que um desejo quase impossível. Eu gostaria muito de ir num show da turnê Vídeo Games Live


8- Por gostar de jogos antigos, você encontra preconceito com os amigos e colegas mais novos? O que você já ouviu por gostar dos clássicos?

Encontro um pouco de preconceito sim. Hoje em dia todos estão embalados pela alta tecnologia, então quando se gosta de vídeo games antigos eles te olham estranho, você fica meio fora da rodinha de conversa dos colegas porque, na maioria das vezes, o seu "papo" mais forte é falar de videogames antigos.

Quando eu ganhei meu primeiro videogame (PlayStation One) ganhei também meu primeiro clone do Famicom (que foi o Polystation). Eu jogava muito mais o Polystation do que o próprio Playstation. Todo mundo falava: "Credo, Johnny. Com um "Play 1" em casa você fica jogando Polystation? Meu Deus!". A sorte é que eu tenho uma prima que também gosta de vídeo games antigos. Então quando a gente para pra conversar, ficamos horas.


09- Que carreira pretende ter?

Períto criminal.


10- Que jogo você gostaria de ter? Qual você passaria longe?

Mighty Morphin Power Rangers ? The Movie. Polybius hehehehehe


11- Em sua opinião, o que falta nos jogos atuais?

Um tom de nostalgia. O PlayStation 3 recuperou isso com o Megaman 9 em formato 8 bits. Foi uma bela jogada (apesar dos "hard gamers" acharem isso tão absurdo na 7ª geração de games).


14- Alguma experiencia (curiosa, engraçada, negativa ou positiva) no mundo dos games em sua vida?

Positiva. Foi com os games que eu aprendi a falar inglês :D


15- Que dica ou conselho você poderia dar aos colecionadores?

Cuide bem da coleção de vocês. Mesmo que seja pequena, ela tem lá o seu valor.


16- Sei que é fã do GameBoy Clássico, quais jogos que poucos conhecem que você recomenda? E de onde veio essa paixão pelo portátil?

Recomendo Volley Fire, Pitman. Essa paixão veio desde criança. Quando Pokémon passava na Record e o GameBoy Color chegou às lojas custando R$ 400,00. Minha avó comprou um pro meu irmão mais velho, e sempre que ele o ligava para jogar Pokémon Red, Alone in the Dark The new Nightmare, The Legend of Zelda, eu ficava do lado dele, vendo ele jogar.

Pegava ele às vezes, quando ele deixava. Ficava jogando Super Mario Land, que era o jogo que eu tinha mais noção (naquela época eu jogava Super Mario adoidado no meu Mega Joy). Daí, o tempo foi passando, comprei meu próprio GameBoy e ultimamente, vejo o Color do meu irmão acumular poeira no guarda-roupa (trágico).


17- O que achou do novo Mortal Kombat com jogabilidade e lutadores clássicos?

Achei magnífico! Fica até mais fácil de se jogar para os Old Schools que estão acostumados a jogar com Liu-Kang, Johnny Cage...


18- Algum desabafo, choro, lamentação, crítica, sugestão, elogio ou recado relacionado ao mundo dos games?

É um desabafo. Por favor, pessoal, não me espanquem na rua, mas eu nunca terminei um Final Fantasy na minha vida. O máximo que eu cheguei foi no segundo CD do Final Fantasy VII. Pronto...falei!

COMENTÁRIOS

Seu comentário foi enviado com sucesso!

Assim que for aprovado, será exibido aqui!

Obrigado por participar!

Infelizmente seu comentário não foi enviado.

Tente novamente e se o problema persistir, por favor, envie um e-mail: contato@oldschoolgamer.com.br