Art of Fighting 2 - Arcade - NeoGeo - Luta - 2 Jogadores - SNK 1994
Por: Alexandre "Dan Gaiden" Moura - Em: 31/08/2014

O primeiro game da série Art of Fighting foi o responsável pela evolução do gênero V.S Fighting, consolidado pela Capcom com seu Street Fighter 2 e a continuação da série foi responsável pelo polimento de tudo que foi feito anteriormente e ainda acrescentou coisas novas.

Em Art of Fighting 2 o jogador é desafiado a primeiro aprender a jogar, já que ele tem uma mecânica muito particular. Primeiro obstáculo que um recém-chegado ao título encontra é o sistema de pressão nos botões de soco e chute.

Se você quiser desferir um soco rápido (fraco), deve apertar o A rapidamente, mas se quiser desferir um soco forte, pressione o botão de maneira mais lenta e firme.

O mesmo sistema vale para o botão B que desfere os chutes.

O botão C serve para arremessar o oponente ao solo - sendo que alguns personagens como Yuri e Lee, possuem arremessos aéreos - e também pode ser utilizado para quicar nos cantos dos cenários para surpreender os oponentes.

O botão D continua servindo para provocar o inimigo, para dessa forma, diminuir sua barra de fúria, que continua nessa sequência, já que ela é a alma de AOF e é o que mais diferencia essa franquia das demais do gênero luta.

Muita gente achou o combate cadenciado do primeiro AOF travado, com poucas possibilidades de variações de estratégias e para tentar agradar a esse pessoal, a SNK implementou um sistema de combos muito particular: todos os personagens tem combos prontos que gastam um pouco da barra de fúria e esses combos podem ser ligados a golpes especiais como projéteis comuns e especiais, como o "Haohshoukouken".

Há também um sistema de delay input que permite que golpes sejam feitos durante o combo, sem que seja preciso um timing mais preciso para isso, e embora pareça algo para facilitar, requer alguma prática, pois os golpes podem facilmente serem defendidos se o delay input não for usado de maneira correta e cada personagem tem golpes com um delay diferente.

Falando dos personagens, com exceção de Todo, todos os personagens do primeiro game retornaram e ainda teve a adição de novos personagens como Yuri, Eiji e Temjin. Não considero o Takuma um personagem novo em folha já que ele é nada mais, nada menos que o Boss do primeiro game.

Todos os personagens podem ser escolhidos no modo single player desta vez e os veteranos tiveram além de visuais remodelados, novos golpes e agora todos eles tem direito a super magias e especiais secretos, o que torna os combates bem mais equilibrados neste game do que no anterior.

Os gráficos melhoraram muito em relação ao primeiro, com cenários maiores tanto na vertical como na horizontal como em cores e em elementos animados.

Cada cenário possui uma quantidade enorme de detalhes (como os espiões de Geese ) e cores vivas. Destaco os cenários do Aeroporto do Eiji, a estrebaria do Ryo e a mansão de Robert, todos soberbos.

A trilha sonora segue fantástica com músicas simplesmente empolgantes e bem compostas e essa é uma das poucas trilhas em que eu prefiro a OST ao invés da AST.

A dificuldade da CPU é alta no modo single, mas nada que muito treino não ajude a superar e tem como aproveitar alguns bugs do jogo como atalhos para vitória, como o Macete de arremesso seguido magia repetidamente. Eu acho que esse bug tira a graça de enfrentar a CPU, mas se você está batendo cabeça e quer ver muito os finais dos personagens é uma opção.

O boss do jogo é o Mr. Big, mas o boss secreto é o jovem Geese Howard da série Fatal Fury e para enfrentá-lo você deve derrotar todos os oponentes, incluindo Mr. Big, sem perder nenhum round. Vai encarar?

Art of Fighting 2 - Arcade - NeoGeo - Luta - 2 Jogadores - SNK 1994
Considerações Finais:

Art of Fighting 2 é um clássico e eu o considero uma das mais belas joias da coroa da SNK Clássica! Dê uma chance a esse game e APRENDA a jogá-lo. Vale a pena! ;)

Alexandre "Dan Gaiden" Moura
Moro no Rio de Janeiro, capital. Sou Supervisor de Qualidade em uma gráfica. E o que eu mais gosto num game é perceber que ele foi feito com cuidado e apuro técnico.

COMENTÁRIOS

Seu comentário foi enviado com sucesso!

Assim que for aprovado, será exibido aqui!

Obrigado por participar!

Infelizmente seu comentário não foi enviado.

Tente novamente e se o problema persistir, por favor, envie um e-mail: contato@oldschoolgamer.com.br

viveranimes31/08/2014

A pixel art desse jogo é absurdamente fodástica!!! E pra época então...

RAFAEL BLACKBELT18/09/2014

Art of Fighting é um game impressionante, e considero o melhor da série em muitos quesitos. A SNK surpreendia à todos com os efeitos de zoom do cenário quando os personagens tomavam mais distância um do outro. A dificuldade é realmente forte, e nunca consegui enfrentar Geese sem save states pelo emulador!
Ótimo review! Parabéns pelo trabalho, e continue assim!