Final Fantasy V - Super Nintendo - RPG - 1 Jogador - SquareSoft 1992
Por: João Carlos Alves - Em: 16/12/2013
Final Fantasy V - Super Nintendo - RPG - 1 Jogador - SquareSoft 1992

Com a bagunça que a Nintendo Americana e a Square Soft fizeram com a série Final Fantasy, os americanos (e os que nada de japonês entendiam), só puderam ver Final Fantasy V quando a coletânea Final Fantasy Anthology fora lançada no PlayStation em 1999.

Para que você entenda, o primeiro Final Fantasy foi lançado para o Famicom (o Nintendo) em 1987 no Japão e em 1990 nos Estados Unidos.

Com isso, Final Fantasy II (de 1988) e Final Fantasy III (de 1990) ambos para o Famicom, não foram lançados, pois em 1991, o Super Nintendo já era febre e seria mais interessante para a Nintendo americana, lançar o primeiro jogo da série para o Super Nintendo logo de vez.

Porém, o primeiro Final Fantasy do Super Nintendo era o IV e não o II como ela numerou nas terras de tio Sam.

E assim altas confusões estavam armadas (no melhor estilo chamadas da Sessão da Tarde).

Final Fantasy IV, virou Final Fantasy II e o VI, se tornou o III.

Tá, mas e o V? Pois é...

Final Fantasy V - Super Nintendo - RPG - 1 Jogador - SquareSoft 1992

A história e os heróis.

Lançado originalmente em 1992, o jogo conta a história de quatro guerreiros da luz que novamente são envolvidos numa trama onde a destruição dos cristais que de certo modo sustentam o mundo e consequentemente a destruição do mundo, parece ser inevitável quando Ex-Death, é liberto e passa então a manipular um plano para unir dois mundos e então, eliminá-los.

Tudo começa quando Leena vai atrás de seu pai, o rei Tycoon, que foi às pressas até o templo do vento, verificar o cristal e entender o motivo de o vento ter cessado.

Final Fantasy V - Super Nintendo - RPG - 1 Jogador - SquareSoft 1992

No caminho ela é atacada por monstros e conhece Bartz, um viajante que está em busca aventuras após ficar órfão.

Pouco depois entra na história o velho Galuf, que viajou do mundo original de Ex-Death num meteoro e com a queda do mesmo, perde a memória.

Galuf no decorrer da história, aos poucos recupera a memória e revela ser rei de Bal e ser avô de Krile que entrará na história como quinto personagem do jogo.

Sim, faltou o quarto personagem eu sei!

É a pirata Faris que com o desenrolar de Final Fantasy V, descobrimos ser Sarisa, a filha perdida do rei Tycoon, logo, irmã mais velha de Leena.

Faris possui um jeito masculino, pois lidera um bando de piratas e precisa se passar por homem para ganhar o respeito do grupo de piratas.

Final Fantasy V - Super Nintendo - RPG - 1 Jogador - SquareSoft 1992

Os Jobs.

O jogo trouxe novamente a possibilidade de se escolher Jobs (sendo 22) para cada personagem ao contrário de Final Fantasy IV onde cada um tinha sua característica do começo ao fim.

Esse sistema começou em Final Fantasy III e foi melhorado em Final Fantasy V possibilitando mesclar habilidades do seu job fixo com outras que eventualmente você aprendeu quando estava noutra classe.

Exemplo: você pode ser um Black Mage depois de ter sido um White Mage e com isso, adicionar o poder de cura ao seu mago negro, ou ser um Warrior e poder invocar criaturas como Titan, Chocobo, Bahamut...

Uma dica muito importante: você precisa lutar bastante para evoluir seu personagem bem como sua classe para poder derrotar inimigos mais fortes sem tantas dores de cabeça.

Capa de Final Fantasy V para o Super Famicom
Final Fantasy V - Super Nintendo - RPG - 1 Jogador - SquareSoft 1992

Magias e habilidades.

As magias e habilidades são em sua maioria, compradas em lojas espalhadas pelo mundo e é importante guardar dinheiro para poder comprar, por exemplo, anéis que absorvem danos causados por elementos como água, fogo, terra e ar.

Para quem conhece a série, magias como Cura, Firaga, Thundara, Meteor, Comet e muitas outras, não serão segredos.

No entanto algumas coisas mudaram como, por exemplo, Comet, que antes poderia ser uma magia de um Black Mage, é agora de um Time Mage, bem como Meteor.

Reflect ainda reflete as magias elementares, mas não Meteor ou Comet, nem as Summons (os monstros invocáveis).

É importante que você use muito Hastega que deixa seus personagens com o tempo de ação menor e assim podem mais rapidamente executarem comandos.

Final Fantasy V - Super Nintendo - RPG - 1 Jogador - SquareSoft 1992

Sistema de batalha.

Como em Final Fantasy IV, você lutara com o ATB, o Active Time Battle, onde os turnos serão mais dinâmicos para você e para os inimigos.

É necessário em muitos momentos, agilidade na execução dos comandos para não perder tempo e ser atacado mais do que ataca.

Você poderá usar quatro personagens ao mesmo tempo e não cinco como em Final Fantasy IV.

Mundo.

O mundo de Final Fantasy V a princípio parece ser pequeno, mas não se deixe levar pela aparência.

Até o final do jogo, você percorrerá muito chão, viajará por dois mundos, verá o mundo sendo unido ao outro e ficando maior, poderá viajar pelo ar, terra e pela água (superfície e abaixo dela para conhecer cavernas marinhas e visitar áreas de difícil acesso).

Você visitará florestas, pirâmides, desertos, torres, castelos, cavernas, etc... Muitos lugares grandes, cheios de passagens secretas e de botões que abrirão portas ou caminhos para você avançar.

Final Fantasy V - Super Nintendo - RPG - 1 Jogador - SquareSoft 1992

Em alguns locais, o chão poderá lhe causar danos como em mundos subterrâneos com lava e mato envenenado.

Ainda em Final Fantasy V, em seu mapa, encontramos Moggles (aquelas criaturas que parecem gatos com asas de morcegos e antenas de Chapolin Colorado, tá foi péssima essa eu sei...) e Chocobos (amarelos que apenas andam e pretos que voam).

Chefes

Como são muitos, destacarei alguns como Gilgamesh que você enfrentará algumas vezes e será mais assustador do que realmente é.

Os monstros que eventualmente se tornam Summons e que são conhecidos na série como Ifrit, Bahamut, Odin, Leviathan, etc... Esses darão um pouco de trabalho.

Shinryu que acredite, é muito mais poderoso que Ex-Death, mas que por sorte, é opcional.

E por fim, Ex-Death que em sua forma mais difícil se torna Neo Ex-Death e lhe causará um pouco de transtorno, mas aqui vai uma dica importante: coloque dois ou três Samurais todos no nível máximo de seus Jobs e use o comando Gil Toss (ou Zenimage dependendo da versão) que joga dinheiro nos inimigos (estranho não?) e assim, você terá boas chances de derrota-lo.

Gráficos e Trilha sonora

Final Fantasy V - Super Nintendo - RPG - 1 Jogador - SquareSoft 1992

Os gráficos de Final Fantasy V são bons, boas animações e cenários bem construídos.

A trilha sonora, bom é perfeita!

As músicas de batalha estão ótimas bem como as que são executadas nos mapas.

São canções que passam emoção e dão uma ambientação muito boa ao jogo.

New Game +

Final Fantasy V foi lançado para Super Nintendo e posteriormente teve versões para Game Boy Advanced, com cenas em CG para PlayStation (hoje disponibilizado na PSN) e ganhou recentemente um belo remake para IOS e Android com gráficos novos (manteve trilha sonora original).

Nas versões posteriores ao Super Nintendo chegou a ganhar novas quests e dungeons paralelas.

Em 1994 a Square lançou uma animação chamada (nos EUA) de Final Fantasy: Legend of the Crystals que se passa aproximadamente 150 anos após Final Fantasy V e conta a historia de um dos decendentes de Barts e a luta para salvar o cristal do vento.

Final Fantasy V - Super Nintendo - RPG - 1 Jogador - SquareSoft 1992
Conclusões finais:

Final Fantasy V é um dos muitos jogos da série que são obrigatórios para quem gosta de RPG.

Jogo cativante, que trás um enredo bom e que prende a atenção com doses de drama e de humor além de muita ação e aventura.

É simples e ao mesmo tempo não enjoa nem se torna repetitivo.

Vale a pena jogar novamente ou conhecer esse clássico!

Boa diversão!

João Carlos Alves
Old School Gamer

Desenvolvedor web, casado, moro em São Paulo e sou pai da Amandinha. Amo Final Fight acima de todos os jogos e Street Fighter II jamais será superado!
@oldschool_gamer

COMENTÁRIOS

Seu comentário foi enviado com sucesso!

Assim que for aprovado, será exibido aqui!

Obrigado por participar!

Infelizmente seu comentário não foi enviado.

Tente novamente e se o problema persistir, por favor, envie um e-mail: contato@oldschoolgamer.com.br

Bruno16/12/2013

Muito bom msm esse jogo...virei a primeira vez no emulador de snes e na segunda na coletânea do ps1... pra derrotar neo ex-death eu uso 1 summoner chamando bahamut e os outros 3 como Mimicos...a batalha termina rapidinho...abraço e parabéns pelo ótimo review...

Rockslam17/12/2013

O que algumas pessoas não fazem por dinheiro né? Pensando só no presente e no futuro que se lasquem..
Meu resumo desse fato :p

Thiago29/03/2014

Cara ótimo jogo mesmo. Joguei e fechei no emulador, porém não é a mesma coisa ai comprei o jogo original do japão, pena q é japonês. ahuhuahuahua más estou remediando isso pois estou aprendendo japonês. XD é uma vantagem pois futuramente poderei treinar meu idioma que irá me auxiliar na minha vida profissional. Mais uma vitória para os gamers hehehe