Forgotten Worlds - Shoot 'em up - 2 Jogadores - Arcade - Capcom - 1988
Por: Jorge Miashike (a.k.a. coffeejoerx) - Em: 28/07/2013
Forgotten Worlds - Shoot 'em up - 2 Jogadores - Arcade - Capcom - 1988

Forgotten Worlds é um shoot 'em up da Capcom, desenvolvido para a clássica placa de arcade CP System, ou mais conhecida como CPS-1 ou CPS1, o jogo possui fases com scroll horizontal e vertical automáticos.

O jogo se passa em um futuro distante, onde um deus demoníaco chamado Imperador Bios, em algumas versões é conhecido como War Tyrant, destruiu grande parte do nosso planeta.

Essa terra devastada é chamada de "Dust World" (Mundo de Poeira).

Dois soldados desconhecidos, um branco e um negro, foram criados para destruir o Imperador Bios e os oito demônios que o servem.

Forgotten Worlds - Shoot 'em up - 2 Jogadores - Arcade - Capcom - 1988

Ao longo de 9 estágios, seu personagem percorrerá cidades destruídas, passando pelo Egito antigo e até o Japão feudal!

Você pode optar entre jogar com o personagem 1 ou 2: o player 1 - lado esquerdo - é o personagem branco, o tiro dele é reto e de longo alcance e o do player 2 - lado direito - é o personagem negro, o tiro dele é mais aberto e de alcance menor.

O controle do jogo é bastante peculiar, pois você poder controlar a direção do tiro de seu personagem, podendo atirar em todas as direções.

Como dito anteriormente, o jogo foi programado para a placa CPS-1, e o jogo utiliza o controle exclusivo chamado "roll switch".

Forgotten Worlds - Shoot 'em up - 2 Jogadores - Arcade - Capcom - 1988

Com o manete você movimenta seu personagem e com o ?roll switch? você direciona o tiro, para atirar bastava pressionar o botão, ao apertar duas vezes seguidas você aciona o ?megacrush?, um poderoso ataque ao custo de uma pequena parte de sua energia que destrói alguns inimigos, causa danos a outros mais resistentes e apaga tiros na tela.

Como estratégia, é um ótimo ataque para quando surgirem oponentes atirando por todos os lados ou quando a tela se encher de tiros.

Uma sugestão bastante interessante para a Capcom seria relançar o jogo para os consoles modernos e possam ser utilizados os dois analógicos, assim como nos jogos Omega Five (Xbox Live Arcade) e Heavy Weapon (PS2, Xbox Live Arcade, PSN etc).

Forgotten Worlds - Shoot 'em up - 2 Jogadores - Arcade - Capcom - 1988

Um detalhe interessante em Forgotten Worlds é a existência do Satellite.

Você o obtém no decorrer do jogo adquirindo o mesmo na loja (shop), explicarei mais a frente do que se trata tal comércio.

O Satellite é um objeto que se posiciona junto ao seu personagem, ele possui tiros especiais e pode protegê-lo contra tiros fracos.

Assim como você pode direcionar seu tiro, você pode rotacionar o Satellite bastando que você mova o ?roll switch? sem atirar, pois ao atirar e mover o ?roll switch?, o Satellite rotacionará na direção de seu ataque.

Este review se baseia basicamente na versão de PlayStation Portable lançada na coletânea Capcom Classics Collection: Remixed, e nessa versão você pode programar os botões de maneiras diversas e a melhor configuração que me serviu foi configurar os comandos para dispararem na direção correspondente a posição dos botões, ou seja, triângulo atira para cima, quadrado para esquerda, assim por diante e a combinação de dois botões atiram na diagonal correspondente, por exemplo, triângulo mais quadrado, o tiro sai na diagonal superior esquerda.

Arcade original de Forgotten Worlds
Forgotten Worlds - Shoot 'em up - 2 Jogadores - Arcade - Capcom - 1988

Um diferencial deste jogo em relação aos tradicionais shoot 'em ups é a existência de uma barra de energia, ao fim dela, game over, porém, como a dificuldade em Forgotten Worlds é crescente, seu personagem poderá efetuar upgrades no poder de fogo, recuperar e aumentar a barra de energia, conseguir uma armadura que o protege num número limitado de ataques etc.

Para isso basta entrar nas lojas (shop) que aparecem no decorrer dos estágios e ser atendido pela lojista Sylphie.

Forgotten Worlds - Shoot 'em up - 2 Jogadores - Arcade - Capcom - 1988

O dinheiro utilizado para as compras é o Zenny, são as bolotas azuis que você obtém destruindo seus inimigos.

Algumas dicas para se dar bem em Forgotten Worlds:

1- Fique atento durante o jogo, pois há locais escondidos onde itens aparecem após serem atingidos algumas vezes, pode aparecer armadura, Zennies, energia, pontos e talvez algum outro item.

Forgotten Worlds - Shoot 'em up - 2 Jogadores - Arcade - Capcom - 1988

2- O segredo para obter sucesso nos estágios é poupar seu dinheiro para aumentar seu poder de fogo (weapon booster), Satellites (o melhor é o homing laser, porém só pode ser obtido em estágios mais avançados), armaduras mais resistentes (armor), ter uma velocidade razoável (flying stone), fazer upgrade em sua barra de energia e possuir vida extra (potion of ressurection).

Um site muito interessante que mostra todos os itens do jogo e as respectivas utilidades pode ser acessado clicando aqui.

3- Caso você esteja com uma armadura e a mesma já tenha sofrido alguma avaria, ao aparecer uma loja, ou você saiba o momento em que ela irá aparecer, force a destruição dela sendo atingido por um inimigo, faça isso, pois caso você já possua uma armadura avariada e queira comprar outra, não será possível.

Se não me engano, não são em todas as lojas em que aparece o item Instant Repair Agent, este serve para reparar a armadura.

4- Muitos dos chefes de fase possuem safe spots, locais onde você pode se posicionar sem ser atingido e podendo causar grande dano ao inimigo.

5- Quanto mais rápido você destruir os chefões, mais Zennies bônus você ganha.

Graficamente o jogo é muito bom, mesmo depois de tantos anos é perceptível como ele é repleto de detalhes, em especial os dois estágios que se passam no Egito. Os efeitos sonoros são competentes e a trilha sonora, se não é lá grande coisa, não faz feio também.

Algumas curiosidades.

Forgotten Worlds - Shoot 'em up - 2 Jogadores - Arcade - Capcom - 1988

O jogo no Japão é chamado de Lost Worlds e em comparação a versão americana, é brutalmente mais difícil. Até onde pudemos constatar, as diferenças, além da já citada dificuldade elevada, é o fato de seu personagem começar já com um Satellite (V-Cannon).

Algumas passagens são diferentes, principalmente nas duas primeiras fases, e a posição de alguns itens escondidos não são iguais.

O player 1 aparece em Marvel vs. Capcom: Clash of Super Heroes e é um personagem especial com o nome de ?Unknown Soldier? (Soldado Desconhecido), além deste, aparecem os chefes Laidin, Whodin e Imperador Bios em um dos cenários.

Em Namco x Capcom (PS2, 2005), os personagens 1 e 2 de Forgotten Worlds e Sylphie, a gatinha da loja, são personagens jogáveis.

Imperador Bios
Forgotten Worlds - Shoot 'em up - 2 Jogadores - Arcade - Capcom - 1988

Algumas curiosidades.

Os dois soldados desconhecidos são auxiliados pelos robôs (mobilsuits) do jogo Side Arms (diversos sistemas, mas originalmente arcade, 1986), e para quem lembra, os mobilsuits são chamados de Side Arm a e Side Arm ß.

A lojista Sylphie por sua vez utiliza armas e itens de diversos jogos de arcades da Capcom, ela possui a habilidade de se fantasiar de personagens da empresa e usar seus ataques: Makoto (Street Fighter III 3rd Strike e Super Street Fighter IV), Michelle Heart (Legendary Wings), Linn Kurosawa (Alien vs. Predator) e Mai-Ling (Red Earth).

Adicionalmente, o chefe de Forgotten Worlds, Dust Dragon, aparece como enfeite ao fundo de dois cenários, o motivo é explicado na história de Namco X Capcom, algo a ver com distorções do espaço-tempo.

A música tema da loja em Forgotten Worlds é tocada em Namco X Capcom.

Forgotten Worlds - Shoot 'em up - 2 Jogadores - Arcade - Capcom - 1988

Em SNK vs. Capcom: Card Fighters Clash (Neo Geo Pocket Color, 1999), há um centro de diversões chamado Lost World. Nela podemos ver uma estátua do chefe Dust Dragon, diversas armas do jogo atrás das vitrines e a música do primeiro estágio do game.

Há também uma loja de cards que pode ser acessada e a dona da loja é ninguém mais, ninguém menos que Sylphie, e enquanto ela mostra os cards, rola a música que toca na famosa loja de Forgotten Worlds.

God of War aparece no final de Guy em Capcom Fighting Jam (Arcade, PS2 - 2004 e Xbox - 2005).

Há outras curiosidades interessantes no site The Cutting Room Floor.

Forgotten Worlds possui versões para diversas plataformas, a saber: Arcade, Mega Drive, Amiga, Commodore 64, ZX Spectrum, Amstrad CPC, Atari ST, IBM PC, Master System, PC Engine CD, Nintendo Wii, PlayStation 2, PlayStation Portable e Xbox.

Forgotten Worlds - Shoot 'em up - 2 Jogadores - Arcade - Capcom - 1988
Conclusões finais:

O jogo, mesmo sendo antigo, continua sendo muito bom, pois há um equilíbrio entre o desafio e a diversão, logo isso não intimida tanto os jogadores menos fanáticos por shoot 'em ups.

Forgotten Worlds conta ainda com diversos elementos da cultura sci-fi, tais como homens lagartos e monstros gigantes, somado a isso temos heróis os quais os anos de 1980 e 1990 poderiam oferecer de melhor em termos de ação que eram homens fortemente armados contra a grande armada inimiga, onde o ápice da jornada é a batalha final contra o último chefe e o encerramento do jogo, se não é primoroso, com certeza traz um gratificante sentimento de dever cumprido.

Jorge Miashike (a.k.a. coffeejoerx)
Apesar de jogar de quase tudo, shmups é seu tipo de jogo preferido.
Mesmo nunca conseguindo terminar um jogo da Cave, ele continua tentando. O que eu curto nos games é o desafio. @coffejoerx / facebook.com/jorge.miashike

COMENTÁRIOS

Seu comentário foi enviado com sucesso!

Assim que for aprovado, será exibido aqui!

Obrigado por participar!

Infelizmente seu comentário não foi enviado.

Tente novamente e se o problema persistir, por favor, envie um e-mail: contato@oldschoolgamer.com.br

Old School Gamer28/07/2013

Jogão! Tanto esse quanto Side Arms são belos clássicos da Capcom que com a sua CPS1 revolucionou os videogames... vide Final Fight e Street Fighter II!
Bela review Jorge!
Obrigado por contribuir com esse conhecimento aqui no Old School Gamer!

Celso Affini28/07/2013

Caraca!!! Jorge, você arrasou nessa matéria, deu gosto saber que você e um camarada meu. Você manja muito de shmup´s e devia escrever mais meu amigo. Parabéns a você e ao grupo Old School Gamer!

Anderson29/07/2013

Muito bom o review!
Jogava ele no Master System.
Depois do review deu vontade de jogar novamente, mas a agora a versão original (arcade).
Ligando o mame em 1,2,3...