Streets of Rage - Mega Drive - Beat'n up - 2 Jogadores - Sega 1991
Por: João Carlos Alves - Em: 29/04/2012
Streets of Rage - Mega Drive - Beat'n up - 2 Jogadores - Sega 1991

Junte ação, boas músicas, uma história bacana (mesmo que seja clichê), gráficos bonitos, muita pancadaria e algumas mulheres de chicote e cinta-liga.

Digamos que seja a receita para se criar um jogo de luta, melhor ainda, Beat'n up de muito sucesso.

Esse jogo chama-se Streets of Rage.

A Sega, no final dos anos 80, precisamente em 1988, criou o Mega Drive com a proposta de trazer poder aos jogos e realizar boas conversões de seus arcades para as casas dos jogadores.

Conseguiu?

Mesmo com as limitações técnicas do aparelho em vista do que o Super Nintendo mostrou ser capaz na briga, ela conseguiu sim realizar grandes feitos.

A história de Streets of Rage...

Streets of Rage - Mega Drive - Beat'n up - 2 Jogadores - Sega 1991

Tem como protagonistas, três ex-policiais que não se renderam à corrupção de Sindicato que comanda o crime organizado conduzido por Mr. X,

Adam Hunter, Axel Stone e Blaze Fielding decidem acabar com essa onda de dominação e destruição que tomou conta das ruas da cidade e para isso eles recebem a ajuda de dois policiais que os seguem de carro pelas as fases (exceto a ultima fase do QG Sindicato).

Quando acionados, esses policiais disparam uma arma de fogo poderosa que causa maiores danos aos inimigos devendo ser usada com cautela pela limitação de seu uso.

Em poucos momentos no jogo você ganhará vidas extras ou apanhará o carrinho que lhe dará o direito de chamar os policiais mais uma vez antes de perder uma vida.

As capas de Streets of Rage
Streets of Rage - Mega Drive - Beat'n up - 2 Jogadores - Sega 1991

Caracteristicas do jogo, fases, inimigos...

A jogabilidade de Streets of Rage não é um primor, mas não compromete o andamento do jogo.

Há real equilíbrio entre os personagens e cada um tem seus pontos fortes e fracos.

Adam tem o melhor pulo, é forte, porém lento.

Axel por exemplo tem boa velocidade, força mediana, mas não tem bom pulo.

Blaze é fraca, tem bom pulo e é rápida.

Streets of Rage - Mega Drive - Beat'n up - 2 Jogadores - Sega 1991

Uma das coisas mais bacanas de Streets of Rage são alguns golpes que você pode dar.

Além da sequencia básica de golpes, você pode agarrar o inimigo, dar joelhadas e decidir se finaliza, arremessa para trás ou se pula por cima dele e dá uma enterrada no coitado.

Em dupla, você pode combinar alguns golpes segurando seu parceiro e distribuindo chutes enquanto agarrado ou então arremessa-lo em direção aos inimigos.

As oito fases do jogo são bem desenhadas apesar da normal e clássica repetição de sprites e pedaços dos backgrounds.

Streets of Rage - Mega Drive - Beat'n up - 2 Jogadores - Sega 1991

Algumas são maiores que as outras, possuem obstáculos, buracos, armadilhas máquinas assassinas e uma série de elementos que farão que sua jornada seja dificultada ainda mais.

Elas são variadas e se passam nas ruas, subúrbio, na beira da praia, no barco, viaduto em construção, fábrica, elevador e o prédio do sindicato.

Assim como de costume, você terá o auxílio de itens espalhados pelas fases como bastões, canos de ferro, facas, garrafas, bomba de gás paralisante e para recuperar a energia, uma maçã (pouca energia) e o frango (recupera totalmente) além do carrinho e da vida extra citados acima.

Streets of Rage - Mega Drive - Beat'n up - 2 Jogadores - Sega 1991

Os inimigos variam desde punks, caras em coletes de couro e joelheiras, lutadores de kung-fu, mulheres de chicote e cinta-liga, malabaristas com machados afiados ou tochas acesas.

Alguns têm características interessantes como os punks que te arremessam e deslizam pelo chão para te derrubar, outros te seguram (e você pode aproveitas para dar chutes nos outros inimigos enquanto é agarrados).

Falando em ser arremessado, você pode cair em pé segurando o direcional para cima e apertando o botão de pulo na hora em que for jogado evitando assim, o dano pela queda.

Streets of Rage - Mega Drive - Beat'n up - 2 Jogadores - Sega 1991

Os chefes...

Os chefes são os pontos de maior dificuldade no jogo.

O primeiro usa um bumerangue, o segundo (e acho o mais difícil) usa garras afiadas e é chato de ser atingido, o terceiro chefe é um lutador de luta-livre, o quarto um enorme cuspidor de fogo, e por último, alias ultimas, duas garotas muito parecidas com Blaze na aparência e nos golpes, farão de tudo para lhe infernizar.

Os chefes retornam algumas vezes a partir da sexta fase e na sétima fase, a do elevador, você não enfrenta nenhum chefe.

Mr. X não é o mais difícil apesar de ser o último.

O problema é que ele usa uma metralhadora e seus capangas ficam atrapalhando a sua luta contra ele.

Na última fase, você tem a opção de fazer o final bom ou ruim. Para isso, você deverá responder a pergunta de Mr. X te propondo ser o braço direito dele na organização criminosa.

Respondendo Sim, você será jogado num buraco e voltará para a sexta fase (da fábrica) e ao chegar novamente e derrotando Mr. X, você será o novo chefe do sindicato fazendo assim, o final ruim do jogo.

Para fazer o final bom, basta responder ?não? e derrotar Mr. X na sequencia.

Os chefes de Streets of Rage

A trilha sonora por Yuzo Koshiro...

Streets of Rage - Mega Drive - Beat'n up - 2 Jogadores - Sega 1991

Um dos pontos mais interessantes de Streets of Rage e por isso está aqui no final dessa review, é a trilha sonora assinada por Yuzo Koshiro.

As musicas do jogo são espetaculares apesar da limitação do hardware sonoro do Mega Drive.

Todas seguem numa linha soft dance bem característica do final dos anos 80 e começo dos anos 90.

Bem arranjada, da um clima muito bom ao jogo e traz em certos momentos, aquela tensão como na hora de enfrentar os chefes ou a tranquilidade na hora de passa-los ao melhor estilo da Victory Fanfarre de Final Fantasy exageros a parte é claro.

Streets of Rage gerou dois jogos sequenciais e teve versões para Master System e Game Gear, iOS, mobile, além de aparecer em diversas coletâneas da SEGA para várias plataformas.

Recentemente um remake feito por fãs causou bastante furor na SEGA que exigiu a retirada do jogo de circulação por causa dos direitos autorais.

Aproveite para baixar já a trilha sonora de Streets of Rage que o Old School Gamer disponibiliza para você clicando aqui!

Streets of Rage - Mega Drive - Beat'n up - 2 Jogadores - Sega 1991
Conclusão:

Streets of Rage é um dos jogos mais divertidos do Mega Drive, foi um rival superior a Final Fight que não foi a maravilha esperada no Super Nintendo.

Inovador, desafiador e com uma das melhores trilhas sonoras dos videogames, é um clássico digno de ser jogado sempre!

João Carlos Alves
Old School Gamer

Desenvolvedor web, casado, moro em São Paulo e sou pai da Amandinha. Amo Final Fight acima de todos os jogos e Street Fighter II jamais será superado!
@oldschool_gamer

COMENTÁRIOS

Seu comentário foi enviado com sucesso!

Assim que for aprovado, será exibido aqui!

Obrigado por participar!

Infelizmente seu comentário não foi enviado.

Tente novamente e se o problema persistir, por favor, envie um e-mail: contato@oldschoolgamer.com.br

Sora29/04/2012

Adoro esse jogo! Foi o primeiro beat'em up que tive a oportunidade de zerar no Master System.
Acho tudo nesse jogo perfeito, até a jogabilidade que, mesmo sendo limitada, eu considero bem superior á muitos jogos da época.

Patrick30/04/2012

Classico dos classicos

Gamer Caduco01/05/2012

Cara, excelente review!
Streets of Rage é um dos grandes clássicos de todos os tempos, embora sua sequência direta na minha humilde opinião seja o melhor jogo da série!
Joguei muito esse jogo, muito mesmo.
Mas acho que nunca fiz o final ruim... sério, não me recordo!
E me nego a abrir Youtube e ver como é, vou ver se encaro o jogo pra valer e faço este final ruim pra ver como ele é!
Uma pena mesmo ele nunca ter saído para arcades, mas essa estratégia da SEGA foi ótima para que aumentasse as vendas do Mega Drive. A pena maior foi a empresa ter vetado o tal Remake (que eu ainda não joguei) e nunca ter feito uma continuação depois da era Mega Drive.
Em todo caso, isso acaba sendo bom, acho que esse jogo poligonal não seria a mesma coisa. Mas nada impede deles fazerem um jogo como Scott Pilgrim, utilizando Sprites e o escambau. Só que a SEGA parece que está tentando falir a todo custo, né? Cada idéia ruim que eles acabam tendo...
Bom, é isso.
Abraço

Y Love games and Sonic10/12/2012

Jogo o jogo no meu videogame de 1991 mais estou deixando ele por um playstation 2 mais acho que vou voltar nesses jogos do meu videogame